Colaboradores

sábado, 12 de setembro de 2015

Sinto falta

Sinto o coração bater forte, acelerado, descompassado.
Sinto falta de afago, desejo,beijo molhado, respiraçao ofegante, corpo suado.
Sinto falta de perder os sentidos, de sentir o corpo arder.
Sinto falta do desejo incontido, do desespero, anseio de ser amada.
Sinto falta de ver em seus olhos loucura, desejo, paixão.
Sinto o coração acelerado, descompassado, doído... por sentir falta de alguém que está aqui do meu lado.
Fenix

sábado, 28 de dezembro de 2013

Acredite em Você !!!!


Não importa o que você é.

O importante é o que você quer ser...

Não importa onde você está.

Importa é para onde você quer ir...

Não importa o porquê.

O importante é o querer...

Não importam suas mágoas.

O importante mesmo são suas alegrias...

Não importa o que você já passou.

O passado? Guarde na sua lembrança...

Nunca pense em julgar...

Não veja. Apenas olhe...

Não escute. Apenas ouça...

Não toque. Sinta...

Acredite naquilo que quiser...

Não adianta sonhar se você não lutar...

O mundo é um espelho.

Não seja apenas um reflexo...

Só acreditando num futuro você conseguirá

a paz para alcançar seus sonhos...

Afinal, o que importa?

Importa você...

Acredite em você!

terça-feira, 10 de abril de 2012

Fenix

Mais uma vez aqui... Achei que não voltaria mais, achei que havia morrido! Estava apenas adormecida?E agora?
E agora resurge das cinzas, com uma força imensa dentro de mim, louca pra explodir e gritar ao mundo o que esta sentindo!
Ah! Fenix, quantas vezes te sufoquei, não te deixei sair, não te permeti se expressar. Afinal vc era tudo que eu queria esquecer,vc fez parte dos momentos mais dolorosos da minha vida.
Fez parte dos momentos que tudo que não queria era viver.
Eu? Sento ingrata? sim! afinal vc me ajudou a passar por tudo e vc era a maneira que eu tinha de pelo menos por um momento conseguir gritar e colocar pra fora toda minha dor.
Não, não queria que vc voltasse! Desculpe,mas vc só aparece quando se tem um motivo!
E e confesso que tenho medo, medo de quando está tão presente em mim!



Fenix

quarta-feira, 2 de março de 2011

Hoje

Hoje estou me sentindo tão sozinha. Dói tanto me sentir assim. Dói ainda mais não ter um abraço pra me confortar, não ter alguém com quem possa desabafar. Hoje acordei assim, com saudade.
Saudade não sei de onde, não sei de quem.
Saudades... Talvez de mim mesma.
Saudades de quem fui um dia. Hoje acordei assim.

Fênix

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Acabou

Mais um vez, você se foi
Mais uma vez te perdi
Te perdi? Ou você me perdeu?
Não importa,nós nos perdermos
E agora te pergunto, foi tudo mentira?
Não! não é possível!
Você não poderia mentir o brilho nos teus olhos quando me amava
Não havia mentira em sua voz quando dizia me amar
Não havia mentira nos seus beijos
Então me diz porque, porque acabou?
E nossos planos? Nossos sonhos?
Sabe o que é mais difícil?
Ter que aceitar que foi o melhor
Foi a decisão mais sensata
Tá doendo muito, mas fizemos o que era certo
Dói saber que não irei mais acordar com o som da sua voz
Dói saber que não terei seu abraço quando chorar
Me recuso a acreditar que foi mentira
Mas infelizmente você não cumpriu a promessa de estar sempre do meu lado,
de me proteger, de cuidar de mim e principalmente a promessa de me amar pra sempre!

Fenix

Te amei

Te amei como louca
Te amei como e quanto pude
Entreguei-me inteira
Entreguei minha vida
Entreguei meus sentimentos
Entreguei meus sonhos
Entreguei tudo que eu tinha
Entreguei porque te amei
Te amei demais
Te amei da maneira mais ousada,mas
Também te amei da maneira mais pura
Te amei, foi loucura, foi amor
Foi desejo, foi paixão
Foi maravilhoso, foi sincero
Até que acabou...
Acabou sim, mas deixou lembranças
Apenas lembranças
não te amo mais, mas te amei
Como te amei!
Te amei como louca,
Te amei como pude,
Eu simplesmente...
TE AMEI!!!

Fenix

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Devolve

Devolva-me...
Os sonhos adormecidos,
As perdidas ilusões
Do tempo ainda em que,
Entrelaçados permaneciam
Nossos corações.

Devolva-me...
O tempo que passou,
Tudo que não se realizou
Para que se renove a esperança
Daquele imenso amor,
De quem sempre te acreditou.

Marlene B. Cerviglier

Hematomas no coração

Talvez seja muito simples falar de perdas.
Sentir não.
De todas as receitas que nos dão, nenhuma surte efeito.Calmantes, chás, palavras consoladoras ao pe´do ouvido.,até aquele abraço apertado e carinhoso de todos, nada funciona.
O hematoma se estabeleceu e vai demorar em desaparecer.
Eu diria que não desaparece, fica oculto às vezes, mas qualquer brecha abre-se novamente.
Não existe dor maior do que perder alguém.
Não é preciso morrer alguém, só perder já é doloroso.
Sente-se um vazio como se o estomago estivesse nas costas, o coração não se ouve mais a fala quase não sai.
Não se tem força energia nenhuma, o querer dormir se esconder não falar!
Socorro não agüento mais!
Porque, por quê?
Nem sempre as respostas ajudam.
Outro dia amanhece outra noite chega o tempo vai passando a ferida vai ardendo menos, mas esquecer nunca.
Deixar de lado rancores ódios magoa arrancando tudo isto do peito como se fossem ervas daninhas.
Porém o hematoma continua se vê através dos olhos caídos o reflexo dele!
Sentir-se invadir pela solidão como amiga, chega-se até a ter prazer nela.
A dor das perdas, doença que todos de uma forma ou outra passarão em suas vidas. Sejam crianças jovens ou adultos é infalível.
Hematomas que ficarão em nossos corações para sempre.Deixando em nossas vidas a experiência ainda que amarga de uma dor que nunca chegará ao fim.

Marlene B. Cerviglieri


Este belo texto expressa um pouco de como me sinto em relação a tudo que tenho vivido!

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Faz de conta

Tudo bem! Você venceu!
Então,tá!Concordo!
Vamos brincar de "faz de conta"

Quando você acordar de manhã, e sair da cama sem me dizer uma única palavra,
Faço de conta que está tudo bem!

Quando você estiver do meu lado e agir como se eu não estivesse ali,
Faço de conta que não me importo!

Quando tudo pra você for prioridade, e pra mim só for o resto do seu tempo (se sobrar),
Faço de conta que não percebi.

Quando você me ligar (só pra não ouvir cobranças), e não tiver nenhum assunto pra falar,
Faço de conta que ligou porque estava com saudades, ou só pra saber como eu estava

Quando tiver e se tiver um tempo pra me abraçar, e me dizer que sempre fui única,
Faço de conta que acredito!

Quando me procurar depois de uma briga como se nada tivesse acontecido,
Faço de conta que ouvi de você um pedido de desculpas por tudo que me disse.

Mas agora é sua vez de fazer de conta...

Se me ver triste, se não ver mais um sorriso meu, se me ver chorar
Faz de conta, faz de conta que não viu!

Não me pergunte o porque
Pois nessa brincadeira de faz de conta, não vale verdades!

Você faz de conta que não me magoou, e que nada aconteceu,
Eu?
Eu faço de conta que SOU FELIZ!!!

Fenix

Amor em alemão é Liebe

Amor em Alemão é Liebe

Boa noite, Sr. Liebe.
Não vou fazer rodeios e direi, de uma vez só, o que está acontecendo.
O senhor vai morrer.
Pronto. É isso.
Não dura muito.
Aviso, desde já, que o Senhor não tem culpa nenhuma.
Digo isso com absoluta certeza, e lhe asseguro que o Senhor é um dos homens mais fortes que já conheci.
Todavia, o Senhor, mesmo sendo belo e forte e grande como um touro, sabe que sua saúde só se mantém forte se cuidarem dela, já que sozinho, e sem o mínimo de auxílio e cuidado de outrem, o Senhor não consegue se manter vivo.
Desde que nasceu tem esta síndrome, não consegue se alimentar sozinho ou respirar sem ajuda.
É como um recém nascido, alguém tem que lhe guardar, cuidar, e, infelizmente, quem cuida do Senhor, não sabe sequer cuidar de si próprio.
Imagina estes pobres coitados que, talvez nem amem a si mesmos, terem, ainda, que tomar conta com todo carinho e desvelo de outro ser tão frágil quanto o Senhor.
O que chega a me impressionar, é que, até agora, aos trancos e barrancos, e sabe se lá como, fizeram do Senhor esta bela figura, este ser imenso, que todos que o cercam notam de longe a sua grandeza e seu esplendor.
Diria mesmo que é de causar inveja.
Mas, lamento lhe dizer que nos últimos tempos, pelo estado em que o Senhor se encontra, foi só degradação, preocuparam-se demais com suas seguranças ou inseguranças e deixaram o Senhor por conta própria.
Lamento muito, pois poucas vezes, em todo meu tempo como médico, estive diante de um ser humano com tanto futuro pela frente, com tanto potencial físico, intelectual e emocional.
É uma pena, porque alguém como o Senhor é único e poderia fazer a diferença no mundo.

Encontrei este texto maravilhoso em www.carlosbrasil.com.br

Texto