Colaboradores

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Acabou

Mais um vez, você se foi
Mais uma vez te perdi
Te perdi? Ou você me perdeu?
Não importa,nós nos perdermos
E agora te pergunto, foi tudo mentira?
Não! não é possível!
Você não poderia mentir o brilho nos teus olhos quando me amava
Não havia mentira em sua voz quando dizia me amar
Não havia mentira nos seus beijos
Então me diz porque, porque acabou?
E nossos planos? Nossos sonhos?
Sabe o que é mais difícil?
Ter que aceitar que foi o melhor
Foi a decisão mais sensata
Tá doendo muito, mas fizemos o que era certo
Dói saber que não irei mais acordar com o som da sua voz
Dói saber que não terei seu abraço quando chorar
Me recuso a acreditar que foi mentira
Mas infelizmente você não cumpriu a promessa de estar sempre do meu lado,
de me proteger, de cuidar de mim e principalmente a promessa de me amar pra sempre!

Fenix

Te amei

Te amei como louca
Te amei como e quanto pude
Entreguei-me inteira
Entreguei minha vida
Entreguei meus sentimentos
Entreguei meus sonhos
Entreguei tudo que eu tinha
Entreguei porque te amei
Te amei demais
Te amei da maneira mais ousada,mas
Também te amei da maneira mais pura
Te amei, foi loucura, foi amor
Foi desejo, foi paixão
Foi maravilhoso, foi sincero
Até que acabou...
Acabou sim, mas deixou lembranças
Apenas lembranças
não te amo mais, mas te amei
Como te amei!
Te amei como louca,
Te amei como pude,
Eu simplesmente...
TE AMEI!!!

Fenix

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Devolve

Devolva-me...
Os sonhos adormecidos,
As perdidas ilusões
Do tempo ainda em que,
Entrelaçados permaneciam
Nossos corações.

Devolva-me...
O tempo que passou,
Tudo que não se realizou
Para que se renove a esperança
Daquele imenso amor,
De quem sempre te acreditou.

Marlene B. Cerviglier

Hematomas no coração

Talvez seja muito simples falar de perdas.
Sentir não.
De todas as receitas que nos dão, nenhuma surte efeito.Calmantes, chás, palavras consoladoras ao pe´do ouvido.,até aquele abraço apertado e carinhoso de todos, nada funciona.
O hematoma se estabeleceu e vai demorar em desaparecer.
Eu diria que não desaparece, fica oculto às vezes, mas qualquer brecha abre-se novamente.
Não existe dor maior do que perder alguém.
Não é preciso morrer alguém, só perder já é doloroso.
Sente-se um vazio como se o estomago estivesse nas costas, o coração não se ouve mais a fala quase não sai.
Não se tem força energia nenhuma, o querer dormir se esconder não falar!
Socorro não agüento mais!
Porque, por quê?
Nem sempre as respostas ajudam.
Outro dia amanhece outra noite chega o tempo vai passando a ferida vai ardendo menos, mas esquecer nunca.
Deixar de lado rancores ódios magoa arrancando tudo isto do peito como se fossem ervas daninhas.
Porém o hematoma continua se vê através dos olhos caídos o reflexo dele!
Sentir-se invadir pela solidão como amiga, chega-se até a ter prazer nela.
A dor das perdas, doença que todos de uma forma ou outra passarão em suas vidas. Sejam crianças jovens ou adultos é infalível.
Hematomas que ficarão em nossos corações para sempre.Deixando em nossas vidas a experiência ainda que amarga de uma dor que nunca chegará ao fim.

Marlene B. Cerviglieri


Este belo texto expressa um pouco de como me sinto em relação a tudo que tenho vivido!

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Faz de conta

Tudo bem! Você venceu!
Então,tá!Concordo!
Vamos brincar de "faz de conta"

Quando você acordar de manhã, e sair da cama sem me dizer uma única palavra,
Faço de conta que está tudo bem!

Quando você estiver do meu lado e agir como se eu não estivesse ali,
Faço de conta que não me importo!

Quando tudo pra você for prioridade, e pra mim só for o resto do seu tempo (se sobrar),
Faço de conta que não percebi.

Quando você me ligar (só pra não ouvir cobranças), e não tiver nenhum assunto pra falar,
Faço de conta que ligou porque estava com saudades, ou só pra saber como eu estava

Quando tiver e se tiver um tempo pra me abraçar, e me dizer que sempre fui única,
Faço de conta que acredito!

Quando me procurar depois de uma briga como se nada tivesse acontecido,
Faço de conta que ouvi de você um pedido de desculpas por tudo que me disse.

Mas agora é sua vez de fazer de conta...

Se me ver triste, se não ver mais um sorriso meu, se me ver chorar
Faz de conta, faz de conta que não viu!

Não me pergunte o porque
Pois nessa brincadeira de faz de conta, não vale verdades!

Você faz de conta que não me magoou, e que nada aconteceu,
Eu?
Eu faço de conta que SOU FELIZ!!!

Fenix

Amor em alemão é Liebe

Amor em Alemão é Liebe

Boa noite, Sr. Liebe.
Não vou fazer rodeios e direi, de uma vez só, o que está acontecendo.
O senhor vai morrer.
Pronto. É isso.
Não dura muito.
Aviso, desde já, que o Senhor não tem culpa nenhuma.
Digo isso com absoluta certeza, e lhe asseguro que o Senhor é um dos homens mais fortes que já conheci.
Todavia, o Senhor, mesmo sendo belo e forte e grande como um touro, sabe que sua saúde só se mantém forte se cuidarem dela, já que sozinho, e sem o mínimo de auxílio e cuidado de outrem, o Senhor não consegue se manter vivo.
Desde que nasceu tem esta síndrome, não consegue se alimentar sozinho ou respirar sem ajuda.
É como um recém nascido, alguém tem que lhe guardar, cuidar, e, infelizmente, quem cuida do Senhor, não sabe sequer cuidar de si próprio.
Imagina estes pobres coitados que, talvez nem amem a si mesmos, terem, ainda, que tomar conta com todo carinho e desvelo de outro ser tão frágil quanto o Senhor.
O que chega a me impressionar, é que, até agora, aos trancos e barrancos, e sabe se lá como, fizeram do Senhor esta bela figura, este ser imenso, que todos que o cercam notam de longe a sua grandeza e seu esplendor.
Diria mesmo que é de causar inveja.
Mas, lamento lhe dizer que nos últimos tempos, pelo estado em que o Senhor se encontra, foi só degradação, preocuparam-se demais com suas seguranças ou inseguranças e deixaram o Senhor por conta própria.
Lamento muito, pois poucas vezes, em todo meu tempo como médico, estive diante de um ser humano com tanto futuro pela frente, com tanto potencial físico, intelectual e emocional.
É uma pena, porque alguém como o Senhor é único e poderia fazer a diferença no mundo.

Encontrei este texto maravilhoso em www.carlosbrasil.com.br

Texto

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Agradecimento

Hoje quero apenas agradecer você, que tirou um tempo do seu dia tão corrido,para passar por aqui e ler as mensagens que escrevo.
Gostaria que soubesse que pra mim isso é muito importante!
Como escrevi na primeira postagem é como se alguém ouvisse meu grito!
Obrigada Cristiane, por ser a primeira seguidora do meu blog.
Obrigada a todos que tenho fé em Deus que participarão deste blog e com suas palavras me ajudarão a superar tudo que passei e que ainda estou passando.
OBRIGADA!!!

Fenix

terça-feira, 16 de março de 2010

Dói

Está doendo tanto!
Dói olhar nos teus olhos e não te encontrar.
Dói ver tudo destruido,tudo acabado.
Meus sonhos, meus planos reduzidos a nada
Dói saber que perdi o que eu tinha de mais importante
Dói mais ainda saber que não tem mais volta
Você conseguiu destruir em mim o que eu tinha de melhor
Daria tudo pra ter de volta "aquele homem" que você era
Ou que eu acreditava que era
Não consigo perdoar
Não consigo esquecer
Te odeio por isso,mas não consigo deixar de te amar
Sinto tanta raiva,tanta revolta,tanta dor
Mas você não entende
Não vê que destruiu o que durante anos construi?
Como um terremoto você conseguiu fazer tudo desmoronar
E agora? E agora,me diz como recomeçar?
È possivel reconstruir?
É possivel me reerguer dessas ruinas,como sair do meio desses escombros?
Como me levantar se estou tão machucada,tão ferida?
Dói, dói demais olhar e não encontrar mais o homem que eu pensei existir!

Fenix

quarta-feira, 10 de março de 2010

Olha pra mim

Sabe aqueles momentos que em meio a turbilhão de sensações e sentimentos você não consegue dizer nada?
Esta tudo preso aqui dentro, uma confusão de pensamentos, são tantas dúvidas e incertezas, são tantas perguntas a fazer, mas não consigo dizer uma só palavra.
Por que me pergunta o que esta acontecendo quando me vê chorando?
Por que me pergunta o motivo das minhas lágrimas se você já sabe a resposta?
Não consigo te perdoar, mas não consigo te deixar.
Não consigo esquecer, não consigo ignorar, não consigo fazer de conta que nada aconteceu.
Já tive vontade morrer, já chorei, já cheguei no meu limite.
Já sofri, muito mais do que achava que fosse possível.
E sabe o que mais dói é te ver indiferente a tudo isso,é te ver fazer de conta que nada aconteceu, e te ver fazer de conta que está tudo bem.
"MAS NÃO ESTÁ"!!!!
Será que não vê que estou sofrendo???
A dor, a mágoa, o ressentimento, o sofrimento e até mesmo a raiva se mistura com o amor que sinto por você.
Pelo amor de Deus, olha pra mim!!!
Estou morrendo por dentro!

Fenix

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Poema

Esse Mario Quintana dispensa qualque comentário!

Certezas

Não quero alguém que morra de amor por mim…
Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.

Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo,
quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.

Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim…
Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível…

E que esse momento será inesquecível..
Só quero que meu sentimento seja valorizado.

Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre…
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.

Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém…
e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos,que faço falta quando não estou por perto.

Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras,
alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho…

Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons
sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente
importa, que é meu sentimento… e não brinque com ele.

E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca
cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.

Não quero brigar com o mundo mas se um dia isso acontecer, quero ter
forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe…
Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz.

Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia,
e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos,
talvez obterei êxito e serei plenamente feliz.

Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas.
Que a esperança nunca me pareça um “não” que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como “sim”.

Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder
dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim,
sem ter de me preocupar com terceiros…

Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.
Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão…
Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades e às pessoas,
que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim…
e que valeu a pena.

Mário Quintana

Lágrimas

Chega,basta! Tento me convencer,chega de lágrimas,chega de tanto chorar!Vale a pena?
Por mais que tente me convencer que de nada resolvem essas lágrimas elas teimam em cair, e não param.
Insistem em rolar pelo meu rosto,quentes, sofridas, doidas. Com elas vem também as lembranças, lembranças de mais dor, mais sofrimento.
Lágrimas que já nem sei se servem de alento, se com elas consigo desabafar pelo menos um pouco, pois, por mais que elas caiam a dor continua.
A sensação que tenho é que "tudo" acabou. E se tudo acabou... Pra que viver?


Fenix

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Saudade

Saudade de antes,
Saudade do tempo que não volta nunca mais,
Saudade do que você era, do que você representava pra mim.
Saudade da paz que sentia quando deitava em seu peito e adormecia.
Saudade da segurança que você transmitia,
Saudade da sinceridade que eu pensava existir

Saudade de olhar nos teus olhos e não me lembrar da mágoa
Saudade da certeza de ser única, de ser a melhor
Saudade de dormir em paz e saber que em seu pensamento só existia eu
Saudade de ouvir "Te amo" e saber que aquilo era verdade
Saudade em sentir que eu era a mulher mais previlegiada do mundo por ter você
Saudade da certeza que eu tinha que você era diferente de todos os outros

Saudade de ser feliz
Saudade do nosso amor
Saudade da nossa aliança "que era pra ser eterna"
Saudade,muita saudade
Saudade da confiança que eu tinha em ti

Fenix

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Poema

Sou uma pessoa apaixonada por poemas, naquele dias que não sentir muita força para escrever o que estou sentindo estarei postando aqui um poema, que talvez traduza um pouco do que estou sentindo.
Hoje quero postar alguma coisa de Mario Quintana!

- Eu amo o mundo! Eu detesto o mundo! Eu creio em Deus!
- Deus é um absurdo! Eu vou me matar! Eu quero viver!
- Você é louco?
- Não, sou poeta.

Mario Quintana

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Hoje

Já faz muito tempo que gostaria de criar este blog,na verdade sentia a necessidade de fazê-lo.
Tem certos momentos em nossa vida que tudo que precisamos é desabafar,colocar pra fora tudo o que estamos sentindo.
E nem sempre tem alguém pra nos ouvir, e por esse motivo resolvi criar este blog.
Sabe aquele dia que você acorda com vontade de gritar, na vã tentativa de colocar pra fora toda dor e ressentimento que esta sentindo?
Mas, você não pode e de nada adiantaria fazer isso,pois a dor continuaria ali, te perseguindo, te torturando.
Mas é bom desabafar, e este blog será meu "grito" quando acordar assim, quando acordar e não sentir vontade me levantar,não ter vontade de sorrir.
Quando sentir este vazio enorme (que estou sentindo hoje), quando minha única vontade é chorar, estarei aqui no blog, escrevendo,tentando amenizar o que estou sentindo.
Alguém ouvirá meu grito? Não sei!
Mas estarei aqui, desabafando!"